Google Sheets: Fórmulas para usar em sua planilha e na Pluga

Está enviando dados para uma planilha, mas eles não chegam exatamente como você gostaria?

Neste artigo, vamos te mostrar algumas formas de formatar esses dados com funções, seja no mapeamento ou na própria planilha, para que ela fique do jeitinho que você deseja.

Talvez você não saiba, mas os campos do mapeamento das suas automatizações aceitam operações matemáticas. Por isso, é possível inserir fórmulas e funções ainda no mapeamento para que a informação já seja enviada como você precisa.

Aqui estão algumas fórmulas que você pode usar que é possível fazer com cada uma delas:

 

VALUE:

É usado junto com outras funções para enviar o texto como um valor manipulável e formatável na planilha. A sintaxe dessa função é bem simples:

=VALUE(“texto a ser enviado como valor”)

Normalmente será usado em conjunto com outras funções, como SUBSTITUTE, TO_DATE ou LEFT, ou seja, uma função ficará dentro da outra. Por exemplo, se você quer levar suas vendas da Hotmart para uma planilha, mas quer que os valores apareçam com vírgula em vez de ponto, você pode usar a função VALUE em conjunto com a SUBSTITUTE (vamos falar dela mais abaixo), configurando uma coluna dessa forma:


 

SUBSTITUTE:

Como o próprio nome sugere, ela serve para substituir partes de um texto por outro. Essa é a sintaxe dessa fórmula:

=SUBSTITUTE(“texto original”; “parte do texto que você quer substituir”; “texto que você quer inserir”)

A parte legal é que você pode simplesmente usar os atributos da sua ferramenta de origem como parâmetros da função.

No exemplo acima, é possível perceber que a função está sendo usada para substituir o ponto enviado pela Hotmart por uma vírgula:




IMPORTANTE: após usar a função SUBSTITUTE, o valor resultante é sempre um texto. Se você quer enviar esse valor como número, você deve usar a função VALUE junto com a função SUBSTITUTE, conforme o item anterior mostrou. ;)

Caso queira substituir informações nos dados enviados, o vídeo abaixo fala exatamente desse cenário: 


 

LEFT:

Essa função serve para capturar os primeiros caracteres de um determinado texto. Essa é a sintaxe dessa fórmula:

=LEFT(“texto a ser capturado”; número de caracteres)

Por exemplo, se você usar a função =LEFT(“Pluga”; 3), o retorno na planilha seria “Plu” (sem as aspas). 🙂

Nas automatizações da Pluga, é comum usá-lo para formatar datas quando elas são enviadas pela ferramenta de origem no formato internacional e com fuso horário. Por exemplo, esse é o formato como a Hotmart envia as suas datas:

aaaa-mm-ddThh:mm:ssZ

Esse é um formato que não poderá ser manipulado ou organizado na planilha. Nesse caso, a função LEFT pode ser usada para capturar apenas a data. Na Pluga, é comumente usada com as funções VALUE e TO_DATE (vamos falar dela mais abaixo).


 

TO_DATE:

Essa função serve para converter valores para datas sem precisar usar a própria formatação da planilha. Nas automatizações da Pluga, será comumente usada com as funções VALUE e LEFT. Essa é a sintaxe dessa função:

=TO_DATE("valor")

No mapeamento das automatizações da Pluga, será comumente usada como o print, no item LEFT, mostrou.



GOOGLEFINANCE:

Pode ser usado para cálculos financeiros, inclusive conversão de valores entre moedas. Nesse caso, a sintaxe é a seguinte:

=GOOGLEFINANCE(“moeda1moeda2”) * valor a ser convertido

Ainda usando a mesma automatização Hotmart -> Sheets como exemplo, pode ser que você receba valores em outras moedas e queira convertê-los para real. Nesse caso, a fórmula ficaria assim:



Note que, para a fórmula poder realizar cálculos com o valor, é necessário substituir o ponto por uma vírgula e converter o texto para um valor numérico.

É importante também que sempre sejam utilizados códigos de 3 letras (ISO 4217) para essas moedas. É possível encontrar esse códigos nesse artigo da Wikipédia.



SPLIT:

Essa função serve para dividir determinado texto em colunas, utilizando um separador para determinar como será realizada essa divisão. Essa é a sintaxe simplificada da função:

=SPLIT(“texto a separar”; “delimitador”)

Por exemplo, se você tem um texto separado por um traço e quer que eles apareçam em colunas diferentes, você pode configurar a fórmula assim:


=SPLIT(“Texto1 - Texto2”; “- ”)

IMPORTANTE: se você for usar essa fórmula diretamente no mapeamento da sua automatização, você só poderá usá-la em uma única coluna, que deverá ser a última do mapeamento.


💡 DICA EXTRA: ArrayFormula

Na maioria dessas dicas, você pode utilizar essas fórmulas diretamente no seu mapeamento. Com isso, a função seria aplicada em todas as linhas. No entanto, para realizar algumas manipulações, o ideal é que a fórmula seja adicionada diretamente à planilha.

Nesses casos, a função ArrayFormula do Google Sheets entra em ação. Ela permite que você insira a fórmula em apenas uma linha, diretamente na planilha, fazendo com que ela seja replicada nas outras.

No exemplo abaixo, a fórmula foi inserida apenas na célula B2, mas, assim como ela, as células B3 B4 também capturaram os 3 primeiros caracteres da coluna A:



Essa foi a fórmula inserida: 

=ArrayFormula(LEFT(A2:A; 3))

Observe também que o parâmetro utilizado foi um intervalo (A2:A), e não apenas uma única célula, como é o comum. Isso deve ser feito para que o ArrayFormula entenda que a fórmula deve ser aplicada em todo o intervalo.

BÔNUS: você pode usar o atalho Ctrl + Shift + Enter na célula da sua planilha para adicionar a função ArrayFormula automaticamente

 Se você quiser utilizar planilhas para filtrar informações específicas e enviar apenas eventos selecionados para a ferramenta de destino, neste artigo nós te mostramos como fazer:
Google Sheets: como usar as planilhas para criar filtros mais segmentados para suas automatizações

 

Dúvidas?

Caso ainda tenha dúvidas, é só solicitar um atendimento que nosso time de suporte entrará em contato dentro de algumas horas ;)

Esse artigo foi útil?
Usuários que acharam isso útil: 0 de 0